A PATRULHA ACROBÁTICA NACIONAL ESTÁ CONCLUÍDA 60 ANOS

Era 1º de março 1961 quando eles chegaram à base aérea de Rivolto (Udine) as primeiras seis aeronaves F-86E “Sabre” com o uniforme da patrulha de “cavalo empinado”. Os seis “Sabre” eles vieram de grosseto, hoje uma das bases dedicadas à defesa dos céus italianos e sede da então 4ª Aerobrigata, hoje 4ª Asa. Esperando por eles no chão, seu primeiro comandante: Major Mario Squarcina. Assim, a primeira célula do”Unidade Acrobática Especial”, núcleo original da nascente Frecce Tricolori.
Eles passaram 60 anos desde aquele dia e hoje, como então, os Frecce Tricolori têm o orgulho de representar valores, tecnologia, as habilidades e capacidade de formar equipes de toda a Força Aérea. 60 anos em que a Seleção Aerobática Nacional trouxe suas atuações em 48 Países do mundo – da América para a Rússia, do Norte da Europa ao Oriente Médio e Norte da África – divulgando o Tricolor nos lugares mais bonitos e por ocasião dos acontecimentos mais marcantes da história do nosso país. Um símbolo da italianidade e um sentimento de pertença, mas também dos valores e profissionalismo de todas as Forças Armadas, bem como a expressão das capacidades da indústria nacional e de todo o sistema nacional.
Um aniversário que cai em um momento particularmente difícil, em que se renova e se fortalece a importância de se manter unido e formar uma equipe. Precisamente com este intento, no final de maio de 2020, a Seleção Acrobática Nacional fez um sobrevoo histórico de todas as capitais regionais italianas, iniciativa que tirou o nome do forte valor simbólico de “Abraço tricolor”, culminando com o sobrevoo da cidade de Roma no dia de 2 Junho – dia da República.
“Os Frecce Tricolori são bem conhecidos, apreciei e traga nosso Tricolore para todo o mundo”, diz o Chefe do Estado-Maior da Força Aérea, Equipe general da Força Aérea Alberto Rosso. “Eles sintetizam tudo o que é tecnologia, paixão, capacidade, competência e profissionalismo que a Itália é capaz de exportar e trazer para o mundo”.
Uma história, o do Frecce Tricolori, feito de paixão e competência, que os homens e mulheres que fizeram parte dele nestes sessenta anos contribuíram para torná-lo famoso. “O fator humano dentro da Seleção Aerobática Nacional – diz o tenente-coronel Gaetano Farina, Comandante do Frecce Tricolori – é crítico. Não estamos falando de indivíduos, mas de equipes, não apenas os pilotos, mas também todos aqueles que trabalham no solo. Vamos descobrir quem é capaz de trabalhar em equipe, mas também aqueles que são capazes de se envolver e aceitar críticas”.
O 313º Grupo de Treinamento Acrobático, este é o nome oficial do Frecce Tricolori, é um departamento de vôo da Força Aérea composto por cerca de cem oficiais militares, Oficiais não comissionados e graduados. A formação de 10 aeronave, 9 mais o do solista, é composta por pilotos dos departamentos operacionais de voo da Força Aérea Italiana, que, seguinte seleção, tornar-se parte da Seleção Nacional de Acrobacia; aqui eles passam um parêntese de sua carreira operacional e, em seguida, retornam aos Departamentos ao final da experiência. O restante da equipe pertence ao Frecce Tricolori, eles são principalmente especialistas em manutenção para a aeronave Aermacchi MB339A-PAN.

Por ocasião do aniversário de 1º de março, RAI Friuli Venezia Giulia realizou um documentário sobre a história da Frecce Tricolori intitulado “Sessenta anos em vôo: a Seleção Nacional de Acrobacia” que vai ao ar às horas 22:10 às segundas-feiras na RAI STORIA (canal 54 de digital terrestre).

A história do Frecce Tricolori – 1Março 1961

No final da década de 1920 no aeroporto de Campoformido (UD), localizado a poucos quilômetros a leste da base do Rivolto, os primeiros pioneiros do vôo acrobático demonstraram como a acrobacia aérea constituía a própria essência do lutador militar e seu exercício era capaz de melhorar o desempenho no combate aéreo.. A partir daí, uma tradição de acrobacias aéreas coletivas veio à vida, que culminou com as formações acrobáticas coletivas dos anos 1950 identificadas em um turno anual nos Departamentos de Operações da Força Aérea: Lanceiros negros, Demônios vermelhos, Tigres Brancos, Jatos trovejantes e cavalo saltitante.
Precisamente deste último, patrulha de reserva em 1960 e subsequente titular em 1961, o núcleo de pilotos foi identificado e formou um grupo que tratou permanentemente da acrobacia aérea coletiva e representado em todos os eventos no país e no exterior, a Força Aérea e toda a Itália.
1 de Março 1961 eles vieram para Rivolto, os primeiros vindos da 4ª Aerobrigata de Grosseto 6 Aeronave F-86E “Sabre” com o uniforme da patrulha de “cavalo empinado” que trazia o emblema do Ace Francesco Baracca (símbolo dado pela condessa Paolina, Mãe de Baracca diretamente para Enzo Ferrari para a montadora de automóveis Maranello).

Assim nasceu no aeroporto de Rivolto, onde ainda está baseado hoje, a Unidade de Acrobacia Especial que, a partir de 1 de julho 1961 teria assumido o nome oficial de 313 ° Grupo de Treinamento Acrobático.
Chegou nos céus de Friuli Venezia Giulia, as seis aeronaves “Sabre” eles seguiram para o aeroporto de Campoformido, onde fizeram um loop em homenagem ao berço da acrobacia aérea coletiva italiana. Posteriormente, eles realizaram algumas manobras acrobáticas no aeroporto de Rivolto e pousaram lá. Para o chão, esperando por eles, Piloto principal Mario Squarcina, ex-líder e comandante da Patrulha Dei “Demônios vermelhos”, isso entraria na história, desde aquele dia, como o primeiro comandante e “fundador” do Frecce Tricolori.
A aeronave F-86E “Sabre” voou a primeira demonstração em 1º de maio 1961 em Trento Gardolo. No primeiro ano de vida, o Frecce Tricolori voou com a insígnia de “cavalo empinado” assumindo no 1962 uma nova pintura e o emblema que conhecemos bem.
Da temporada 1964 le Frecce Tricolori iniziarono a impiegare il velivolo italiano FIAT G-91PAN che lasciarono solo nel 1982 quando avvenne la transizione al velivolo MB-339PAN a oggi in dotazione.
Sorvoli e manifestazioni con i quali si concretizza, e Volo, il compito rappresentativo assegnato alle Frecce Tricoli sono eventi dal grande seguito che dà sempre accompagnano importanti momenti della storia del nostro Paese.

AviaSpotter.it desidera ricordare il 60° anniversario con 60 fotografie tratte dai propri archivi: SIGNORE E SIGNORI…..LE FRECCE TRICOLORI!!!!!

texto: Aviação – o Chefe do Escritório Geral – Gabinete de Informação Pública
foto: AviaSpotter.it

YouTube
Instagram