O F-35A do 32 ° Stormo, primeiro departamento na Europa a adquirir aeronaves de quinta geração, foram integrados ao sistema de Defesa Aérea Nacional desde 2018

Quarta-feira 12 Agosto 2020 a 32ª Asa de Amendola (FG), apoiado por toda a Força Armada, alcançou le5.000 horas de vôo com a aeronave F-35A.

O objetivo de 5000 ore rappresenta un segno tangibile dell’esperienza accumulata nelle operazioni con il sistema d’arma F-35, tra cui: de 2018 l’integrazione nel servizio di sorveglianza dello spazio aereo italiano (nota con il termine NATO diQuick Reaction Alert – QRA, reazione rapida su allarme degli intercettori); la dichiarazione, nello stesso anno, della Capacidade operacional inicial; la partecipazione alle ultime operazioni NATO diAir Policing in Islanda ed alle diverse esercitazioni internazionali, come laBandeira vermelha 20-2 e laBlue Flag 2019, que viu os funcionários do Grupo XIII e 32 ° Stormo empregados em conjunto com outros ativos da F.A..

OCoronel Stefano Castelnuovo, Comandante da 32ª Asa, ao felicitar o que se produziu até agora e exortar a continuar no caminho percorrido, sublinhou como “graças ao trabalho em equipe e ao alto profissionalismo de todos os homens e mulheres do Wing foi possível alcançar este resultado, que deve ser considerado como um ponto de partida para metas mais ambiciosas, no caminho contínuo de transformação das Forças Armadas na quinta geração“.

A aeronave F-35A é caracterizada por peculiaridades específicas, otecnologia aplicada a sensores de bordo e labaixa observabilidade da aeronave (capacidade reduzida de ser detectado por RADARs), são elementos distintos que permitem aumentar exponencialmente sua eficácia operacional, garantindo um alto nível de cognição e conhecimento do cenário tático, o último elemento, extremamente valioso nos atuais cenários de crise heterogêneos.

A alta capacidade de descoberta, identificação eprecisão de engajamento, combinado com habilidades de comunicação inovadoras ecompartilhartempo real em formação (capacidadeNet-Centric), dar à aeronave um potencial de importância absoluta que fornece ao piloto uma capacidade incomparável de gerenciar o cenário tático, rendendo il sistema d’arma un assetto pregiato che s’inserisce perfettamente nel moderno contesto operativo, potendo svolgere contemporaneamente tutte le missioni della dottrina aerotattica.

O32° Stormo, con sede ad Amendola (Foggia), è uno dei Reparti di volo dell’Aeronautica Militare dipendente dal Comando Squadra Aerea di Roma, per il tramite delComando Forze da Combattimento di Milano.Primo Reparto in Europa ad acquisire i velivoli F-35, svolge attività operativa, addestrativa e tecnica degli aeromobili a pilotaggio remotopredator, al fine di acquisire e mantenere la capacità di effettuare operazioni ISTAR nazionali e di coalizione. Também, fornisce e completa, attraverso i velivoli MB-339, l’addestramento dei piloti di APR in modo da assicurare un adeguato livello addestrativo su velivoli a pilotaggio tradizionale.

Da marzo 2018 i velivoli F-35A del 32° Stormo sono stati integrati nel sistema di Difesa Aerea Nazionale contribuendo così, com capacidades operacionais específicas e tecnologia de última geração, para a defesa dos céus italianos.

fonte: Aviação
texto: Magg. Daniele Trifance
foto: Força Aérea e AviaSpotter.it

 

 

YouTube
Instagram